Trilha da Lagoinha do Leste, a mais famosa de Florianópolis

Floripa, embora seja a capital de Santa Catarina, não leva nenhum jeito para cidade grande. Uma ilha linda que preserva uma vibe natureza, com paisagens ainda intocadas, dunas, belas praias e um marzão azul...

Sua praia mais linda, e provavelmente com a trilha mais famosa, é a da Lagoinha do Leste, ao sul da Ilha. Ainda selvagem, a praia está dentro do complexo do Parque Municipal da Lagoinha do Leste, uma área de proteção ambiental criada em 1992, com 453 hectares, que reúne mata nativa, costões, mar, lagoa e cachoeiras. Seu nome deve-se à uma lagoa que encontra o mar, e o acesso à praia só é feito por trilha ou barco, embora a opção barco não esteja sempre disponível a depender das condições do mar.

Características

Com aproximadamente 2,3 Km de extensão, o grau de dificuldade é moderado, embora mais curta que a opção da Praia do Matadeiro, ainda assim, exige bom preparo físico pelas subidas com aclive de 200m. No ponto mais alto da trilha está o mirante, de onde se pode ver a praia do Pântano do Sul, e a lagoa.

A trilha está bem demarcada e há mirantes ao longo dela. Mais ou menos na metade da trilha tem um ponto para pegar água, mas recomendo levar a sua própria, assim como um lanche, pois não há qualquer estrutura na praia. Leve também repelente, filtro solar, bota para caminhada, e claro, a câmera fotográfica!

Localização

Florianópolis, Santa Catarina, região sul do Brasil.

Como Chegar

Você pode fazer a trilha pela Praia do Matadeiro (3 horas) ou pela praia de Pântano do Sul (em torno de 1 hora, cada trecho de ida ou volta). Via Pântano do Sul, a entrada da trilha está numa transversal à rua principal, próximo aos estacionamentos, em direção à praia. Aliás, se estiver de carro recomendo estacionar ali porque Floripa tem fama de ter bastante furtos nos carros estacionados na rua.

A Praia

A praia da Lagoinha do Leste, na minha opinião, pode ser comparada com Lopes Mendes, na Ilha Grande - RJ. Sua extensão é de 680m, tem vegetação abundante e águas cristalinas. À esquerda de quem chega pelo Pântano do Sul, está a lagoa de cor escura, mas igualmente bela. Não deixe de experimentar um banho ali também!

O morro da coroa é outro ponto imperdível da trilha, uma subida de aproximadamente 600m, saindo da praia até o topo do morro, com aclive de 210m ao nível do mar. É preciso cuidado porque existem muitas pedras soltas e é comum as pessoas se machucarem. A subida demora em torno de 40 minutos, e todo esforço valerá a pena ao chegar lá em cima e dar de cara com um visual maravilhoso!

Onde Ficar

A boa notícia é que é permitido acampar na praia, mas, por via das dúvidas, recomendamos confirmar essa informação antes de subir a trilha, pois a regra sempre pode mudar. Se sua intenção é curtir Floripa como um todo, indico ficar na região da Lagoa da Conceição, ponto bem central da ilha e com várias opções para o dia e para a noite.

Vídeo

Pulo do Gato

  • Chegando lá, o mergulho no mar vai ser a melhor coisa do mundo. Aproveite aquelas areias branquinhas e a caminhada ao longo da praia;
  • Para fechar com chave de ouro fomos almoçar no Bar do Arante, à direita no final da rua de frente para a praia de Pântano do Sul. Sua decoração é feita pelos milhares de bilhetinhos deixados por seus clientes, uma prática que começou com os estudantes que deixavam recados nas paredes para avisar aos demais colegas locais de encontro. O bar/restaurante é ganhador da categoria "Melhor Brasileiro/Regional" pela Revista Veja por diversas vezes e serve comida típica da ilha, como os frutos do mar;
  • Se você preferir usar guias, recomendo o casal Regis e Daiele, que além de trilhas podem te levar pra conhecer locais incríveis e fazer várias atividades ao ar livre. Instagram: @embarquefloripaoficial e Cel.: (48) 9844-0737.

Confira mais Viagens e Outras Histórias em meu site: viagenseoutrashistorias.com.br.

Trace sua rota até lá

Lagoinha do Leste, Florianópolis, Santa Catarina
Lagoinha do Leste, Florianópolis, Santa Catarina

Compartilhe