Grupos se formam e se renovam, mas a amizade continua

No início a gente começa trilhando com dois ou três amigos. As primeiras trilhas costumam ser mais difíceis porque não conhecemos quase nada, e temos que ficar perguntando pra quem já foi. Passamos alguns perrengues, mas no final dá tudo certo.

Na segunda vez o grupo fica mais entrosado, novos trilheiros vão chegando e novas amizades vão se formando.

Na terceira vez alguns desistem, outros não podem ir, e um novo grupo se forma com novos integrantes.

Na quarta vez, aqueles que não foram se arrependem e ficam olhando as fotos se remoendo por dentro, e perguntam quando será a próxima trilha.

Na quinta vez vai todo mundo junto. O grupo fica grande e todo mundo se diverte.

Na sexta vez nem todos podem ir. Alguns têm almoço com a família, outros optam por fazer um passeio diferente, uns começam a namorar e somem, outros precisam trabalhar.

Na sétima vez a gente vê o grupo se dividindo, uns exploram uma trilha próxima e outros exploram cidades vizinhas.

Depois de tantos grupinhos formados, a gente vê cada um indo para um canto diferente e bate aquela invejinha saudável. Às vezes nem tão saudável assim. Dá uma vontade de juntar todo mundo de novo pra fazer um único grupão de trilha. Mas fica só na vontade mesmo.

O mais gostoso é quando aquele amigo que não vemos há bastante tempo nos encontra no meio de uma trilha. O sorriso vai de orelha a orelha. A emoção surge na velocidade da luz. Vem aquele aperto de mão, um abraço suado e um "vamos marcar" parecendo falsificado, mas bem verdadeiro.

É assim mesmo. Grupos se formam e se renovam, mas a amizade continua.

Essa página foi últil para você?

(nenhuma avaliação)

Compartilhe

Deixe seu comentário

XFECHAR
Top
Thiago HD
Tem dúvida?