A importância da escalada para a trilha

Hoje, a escalada se tornou um esporte em si próprio, tanto que terá sua a primeira aparição nos jogos olímpicos em Tóquio, mas nem sempre foi assim. Assim como a trilha, que defino rapidamente e muito simploriamente como “técnicas de caminhada e estar em natureza”, a escalada também foi uma das técnicas usadas em um esporte muito maior chamado montanhismo.

Basicamente escalar é a utilização do corpo, de equipamentos e técnicas, para transpor algum objeto natural. Hoje essa definição de uso puramente na natureza ou como parte do montanhismo não faz mais sentido.

Escalada e seus tipos

Aqui no Brasil, por não termos montanhas com gelo, a prática da escalada começou como a ascensão de montanhas, hoje chamamos isso de escalada tradicional ou clássica. E como no mundo inteiro se desenvolveu subtipos de escaladas, inicialmente usadas praticamente como treinamento, que hoje são divisões tão importantes quanto a escalada tradicional.

Escalada Tradicional: é a visão que a maioria tem de escalar, subir em grandes paredões, com a utilização de cordas e outros equipamentos, normalmente praticado em duplas ou trios, e mesmo que em grupos maiores, esses ficam nessa formação de dois ou três. São ascensões de vários metros. É a única forma de chegar a cumes como Dedo de Deus por exemplos, muitos picos só foram e ainda são alcançados com a técnica de escalada.

Escalada Esportiva: praticado em pedras menores, a escalada esportiva tem o foco no esporte, no desenvolvimento de técnica, força. É praticado com o equipamento de segurança e tem comumente uma ascensão pequena, de 30 metros em média, mas podendo chegar a mais que isso.

Bouldering (Boulder): é a pratica com menos equipamento, normalmente só sapatilha, as vezes com um colchão chamado de crashpad, o Boulder é praticado em pequenos blocos, de 3 metros em média. Tende a ter movimentos mais desafiadores.

Indoor: a escalada se desenvolveu tanto que o esporte saiu dos meios naturais, para os muros. São lugares onde as paredes, agarras (simulam as pegas da pedra) e rotas são desenvolvidos para a prática do esporte. É onde acontecem os campeonatos. Aqui existem a pratica de Boulder indoor e de esportiva indoor.

Importância da escalada para a trilha

Como o foco do site é trilhas, resolvi falar um pouco da importância da escalada para a prática de trilhas. Claro que não é uma atividade ou conhecimento essencial, podemos trilhar a vida inteira, indo a lugares lindos e incríveis, admirar a natureza e passar bons tempos em contato com ela sem nunca ter que utilizar uma corda ou técnicas de ascensão.

Mas como parte do montanhismo, a trilha e técnica de escalada permitem o acesso a muitos lugares que só a caminhada não conseguiria. O Dedo de Deus, talvez o pico mais admirado do Brasil ou a Agulha do Diabo, onde muitos trilheiros vão admirar sua beleza a partir do Mirante do Inferno na Serra dos Órgãos, são exclusivamente acessados por escalada. E o melhor, não são escaladas de nível técnico muito difícil, com ajuda de um guia e um conhecimento de prática básica de escalada, a maioria dos caminhantes conseguem sem maiores dificuldades ascender a tais picos.

Porém, a prática da escalada necessita de muitos cuidados, existem técnicas de segurança e equipamentos de uso obrigatório. E o treinamento nesses são essenciais para a prática segura do esporte. Portanto o caminho mais natural e seguro, é fazer um Curso Básico de Escalada e a partir desse se desenvolver no esporte ou até mesmo ter o conhecimento básico para utilização dele com um guia profissional.

Por isso a escalada vem se tornando tão popular junto aos trilheiros, quem conhece a Pedra da Gávea e nunca ficou com vontade de ir na Passagem dos Olhos? A escalada possibilita isso!

Essa página foi últil para você?

(nenhuma avaliação)

Compartilhe