Voo de parapente pela Pedra da Gávea - RJ

Em 27 de junho de 1978, na cidade de Mieussy, no sul da França, dois pára-quedistas decolaram de uma pequena colina. Eles se chamavam Jean Claude Bétemps e André Bohn.

No dia seguinte deste primeiro teste, os dois pára-quedistas convidam mais um para saltar junto com eles, chamado Gerard Bosson. Os três continuam a fazer suas decolagens e a notícia logo se espalhou. Foram 15 pilotos em 1978, 50 em 1979 e 500 em 1982.

Este novo esporte nem nome tinha. Primeiramente havia se pensado em “pára-quedas de montanha”, depois veio “voo de pente” até chegarem ao então conhecido “parapente”. Pente, do francês, significa “encosta”.

Este voo da foto é um resgate às origens do parapente, onde fizemos uma trilha até o topo da Pedra da Gávea e decolamos de parapente. Foi minha primeira decolagem de duplo do topo da Gávea e dei uma carona pro meu amigo Sifu, que logo chegando em cima da praia, saltou de paraquedas. Continuei o voo sozinho.

Trace sua rota até lá

Pedra da Gávea, setor C do Parque Nacional da Tijuca - RJ
Pedra da Gávea, setor C do Parque Nacional da Tijuca - RJ

Essa página foi últil para você?

(nenhuma avaliação)

Compartilhe