Origem do Montanhismo

O montanhismo é a atividade de ascensão, caminhada e, porque não, recreação em Montanhas. Hoje nos referimos genericamente as atividades de trilha, travessias, escaladas, entre outras atividades em contato da natureza.

Desde os primórdios subíamos em coisas, árvores, blocos de pedras, enfim, subíamos até por questões de sobrevivência. No montanhismo essas “subidas” ou ascensões como chamamos, tomaram um pouco da forma que vemos hoje, no século 19 com as subidas aos cumes alpinos.

A união das técnicas de caminhada, ou seja, de trilhas com a escalada tornou possível a ascensão dos cumes virgens, surgindo assim o Alpinismo (derivado das montanhas dos Alpes). Foi uma atividade puramente recreativa, não tinha objetivos militares, de domínio e expansão de territórios, religiosos ou sobrevivência. Ao contrário do que acontecia até então, a subida das montanhas começava a se tornar objeto de admiração esportiva.

Marco do montanhismo na Europa

Como dito antes, subir em montanhas sempre foi uma atividade humana, o que define o montanhismo na forma de hoje é a prática como esporte, e pode se dizer que foi com Sir Alfred Willis do Reino Unido. A ascensão do Wetterhorn nos Alpes Suíços e a criação do primeiro Clube Alpino em 1857, fez com que o montanhismo ganhasse uma cara de esporte e assim começou a ser praticado em toda Europa.

O evento talvez mais marcante e dramático do Montanhismo na Europa nessa sua fase de Ouro (como nos referimos aos primeiros eventos), deve ter sido a ascensão ao Matterhorn também nos Alpes entre Suíça e Itália. Onde apesar da ascensão ser feita e conquistado um novo cume virgem, houve a morte de 4 membros. A subida ao Matterhorn marcou o fim da Era de Ouro e também definiu a cara do Montanhismo: guias com experiência, uso de equipamentos e planejamento.

Dedo de Deus e o montanhismo no Brasil

O montanhismo no Brasil teve seu primeiro marco a subida ao Dedo de Deus e sua história curiosa se tornou uma história de superação brasileira. Localizado no Rio de Janeiro, na Serra dos Órgãos, seu formato e contorno de outros picos ao lado fazem como que o Dedo pareça um indicador apontando para o Céu.

Era um pico tomado como intransponível, apesar de sua pouca altitude de 1692 metros. Montanhistas europeus, com experiência tentaram a ascensão dessa magnifica formação, porém disseram que era impossível e se europeus, que com sua experiência no alpinismo tinham falhado, talvez tal expedição fosse impossível.

Porém surgiram o grupo liderado por José Teixeira Guimarães e pelos irmãos Américo de Oliveira não acreditaram nos que os Europeus falaram e depois de um engenhoso planejamento que incluiu a construção de uma escada, ascenderam e conquistaram o Dedo de Deus em 1912, tamanha sua importância que figura na bandeira do Estado do Rio de Janeiro.

bandeira do estado do rio de janeiro

Montanhismo nos dias de hoje

Hoje o montanhismo se tornou uma atividade mais genérica, as partes como trilhas, escalada e rapel tomaram caras próprias e viraram atividades esportivas e recreativas em si próprias mas também são unidas para expandir os limites das atividades. Podemos ver grupos de caminhadas indo passar uma manhã na Serra dos Órgãos, chapadas ou indo a uma cachoeira com objetivos diversos, ou escaladores com a única intenção de escalar, sem a preocupação de ascender a um cume.

Independentemente do esporte escolhido ser trilha ou escalada, graças a origem do montanhismo e Sir Alfred Willis hoje temos um esporte plenamente desenvolvido, onde podemos desfrutar bem de perto tudo que a natureza e as montanhas podem nos oferecer.

Essa página foi últil para você?

(1 avaliação)

Compartilhe