Trilha dos Índios - RS, 36km de trilha percorridos em dois dias

Foi um dos trekkings mais legais que fiz no Sul do Brasil. São dois dias de caminhada, aproximadamente 36km, um dia mais leve e outro de trilha pesada por paisagens muito diversificadas.

O trekking parte da cidade de Caraá, que leva esse nome em razão dos seus primeiros habitantes indígenas. Caraá significa uma taquara fina que é utilizada pelos indígenas para ornamentação. A cidade de poucos habitantes faz limite com Santo Antônio da Patrulha, Maquiné, Osório e Riozinho.

No primeiro dia percorre-se estradinhas com alguma dificuldade e subidas no total de 18km mais ou menos até uma pousada rústica que fica em Riozinho, Vale do Paranhana, onde trekking se torna ainda mais fabuloso.

A pousada é um antigo estábulo transformado, onde os aventureiros dormem em beliches dentro de baias. Não há serviço de quarto (nem mesmo há quarto, rsrsrs) e na área comum existe uma lareira central onde todos sentam em volta para papear. O próprio grupo prepara sua comida e leva o vinho, a diversão é garantida!

Ao entardecer saímos da pousada para ir ver o pôr do sol no meio das montanhas e avistar as luzes da cidade de Osório e Tramandaí (litoral). Sério!! Foi o pôr do sol mais lindo que vi em trilhas do Sul!

por do sol na trilha dos indios rs

Eu fui no mês de junho, em um dia por demais de frio! Creio que a temperatura estava em torno de 7 graus.  Mesmo com o fogo pegando na lareira, toucas e vinho, me curvei aos ponchos de pura lã oferecidos pela pousada. E depois que coloquei o poncho, só tirei no outro dia, após o café da manhã, para voltar para trilha!

À noite, os donos da pousada, que vivem no local há mais de 10 anos ajudando os índios guaranis, nos deram uma aula sobre a cultura indígena guarani, o que além de enriquecer a todos culturalmente, já foi um grande preparo para o dia seguinte.

No segundo dia, depois de mais um pouco de caminhada, chega-se a aldeia guarani, conhecida pelos nomes de "Campo Molhado", "Barra do Ouro" e "Nhuu Porã", também em Riozinho, no Vale do Paranhana. Uma aldeia que ainda vive de forma isolada e primitiva e na qual só é permitida a entrada depois da autorização do Cacique.

aldeia guarani trilha dos indios rs

Os índios guaranis são nativos e dificilmente você vai encontrar eles na área urbana, ou em uma sinaleira vendendo objetos. São meigos e até ingênuos. Vivem no seu tempo e com a arte que fazem com madeira e objetos da natureza.

Saindo da Aldeia continuamos o trekking, cruzamos por alguns índios (as) e indiozinhos (as) pelo caminho, uma índia em uma cena linda amamentando o filho, outra carregando mais lenha que aparentemente podia carregar!

A partir dali pegamos uma trilha mais técnica e exigente, com fortes subidas e decidas em mata fechada, até chegarmos a um local com um lago lindo e um pinheiro no qual paramos para descansar! Outra vista surpreendente que me fez lembrar de trekkings que fiz fora do País!

Trace sua rota até lá

Trilha dos Índios, Três Coroas - RS
Trilha dos Índios, Três Coroas - RS

Compartilhe