Como planejar uma viagem de mochilão

Muitos viajantes sonham em rodar o mundo de mochilão. Impossível não é, mas demanda organização para não passar aperto. Na verdade, um aperto ou outro pode ocorrer, mas planejar uma viagem de mochilão diminui os riscos. Se você quer desbravar países, preparamos um guia para você realizar um bom planejamento e aproveitar ao máximo sua aventura. Confira!

1. Escolha o destino do seu mochilão

Europa ou Brasil? Uma trilha nos Andes ou na Ásia? O que você tem em mente para fazer sua próxima viagem de mochilão? Para decidir o destino, é preciso se atentar a alguns pontos principais.

O primeiro deles é seu orçamento. Inicialmente, tenha em mente que planejar sua viagem com antecedência pode fazer com que você economize bastante. Coloque os pés no chão e veja quanto você poderá gastar na viagem para não voltar endividado. Avalie o que você já possui e o que pode conseguir até a data pretendida. Considere que imprevistos podem acontecer durante o trajeto e projete uma margem de segurança.

Com essa projeção financeira, faça uma breve pesquisa sobre passagens, hospedagens e demais gastos para ter uma noção do que pode se encaixar nas suas possibilidades. Uma passagem aérea que compromete um valor muito alto do orçamento pode complicar tudo.

Em seguida, veja quanto tempo você tem disponível. Há países enormes, como o Brasil, que não conseguem ser desbravados nem em 60 dias, mas é bastante possível conhecer alguns países europeus neste tempo.

Conciliando orçamento e tempo disponível, já é possível restringir bastante suas opções. Então é hora de considerar o clima local e a natureza. O período que você escolheu deve ser uma boa época do ano para conhecer o destino. Pensar em calor ou frio, praia ou montanha também ajuda a escolher o destino do seu mochilão.

Por fim, já com as opções em mãos, lembre-se das diferenças culturais e o impacto que elas podem causar na sua viagem. Há países nada amigáveis para mulheres que viajam sozinhas (países islâmicos) ou para homossexuais.

Resumindo: para planejar uma viagem de mochilão, escolha o destino baseando-se em orçamento, tempo disponível, clima e cultura.

2. Programe seu roteiro completo

Com o destino certo, a próxima etapa de planejar uma viagem de mochilão é organizar o roteiro. E para isso é preciso muita pesquisa na internet e com amigos que conheceram o local para traçar alguns mapas possíveis de trajetos. Sim, é fundamental não se prender a uma opção apenas para ter em mãos possibilidades com valores diferentes.

Para traçar roteiros, pesquise os gastos com deslocamento interno, seja com passagens aéreas (Skyscanner, eDreams e outras) ou passagens de ônibus e barcos (Rome2rio), e com passeios. É importante jogar no Google suas pretensões de cidade para ver a viabilidade de locomoção entre elas.

Quando utilizar a internet, fique atento à uma dica de ouro: utilize o navegador anônimo (Ctrl + Shift + N) para que as empresas aéreas não registrem suas buscas e aumentem o preço dos bilhetes em novas pesquisas.

Coloque todos os dados do roteiro em uma planilha para consultar sempre que possível e para ter um controle dos gastos. Fazer mapas (desenhos) também ajuda a ter uma noção de como será o trajeto e se ele é o melhor possível. Depois de organizar tudo, é hora de fazer a parte operacional da viagem.

3. Compre as passagens e reserve seus hostels e passeios

Destino certo e roteiro definido? Compre as passagens de ida e volta e de deslocamento interno, reserve os hostels nas cidades por onde passará e os passeios mais cobiçados.

As passagens para sair do Brasil e voltar ao nosso país costumam ser a parte mais cara da viagem. Por isso, fique atento às promoções e se planeje com antecedência para aproveitá-las. Existem sites que tem alertas de preço. como o Skyscanner.

Os bilhetes para os deslocamentos internos também podem ser comprados neste momento, para garantir e para dar uma grande tranquilidade na hora da viagem. Há, porém, locais que não demandam essa compra prévia, e isso pode ser interessante para quem quer resguardar certa liberdade no roteiro. Lembre-se do transfer do aeroporto para o local da hospedagem.

A reserva de hostel já é interessante para garantir bom preço e localização. Esse custo-benefício é fundamental para que você conheça a cidade gastando o mínimo possível de locomoção. Coloque na ponta do lápis esses pontos na hora de planejar uma viagem de mochilão.

Por fim, pesquise os passeios que você separou para fazer nas cidades, avalie os valores de cada um (e as empresas que fazem, se for o caso) para negociar quando chegar a hora. Alguns são bastante cobiçados, e vale a pena reservar antes.

Para facilitar, algumas dicas simples:

  • Organize sua programação por dias;
  • Mapeie no Google Maps os pontos turísticos que são próximos entre si para pensar a logística da programação;
  • Programe o dia de acordo com seu ritmo.

4. Tome precauções antes de ir

Antes de sair de sua cidade, tome algumas precauções para garantir que sua viagem de mochilão não tenha intercorrências que o prejudiquem. As principais são:

  • Tome as vacinas exigidas pelo órgão de saúde dos países de destino;
  • Contrate um seguro viagem internacional, que cubra pelo menos o básico em caso de emergência (cuidado com o que for comer!);
  • Compre itens necessários para sua viagem (repelente, luvas para frio, adaptador de tomada, bota ou tênis para trilha etc.);
  • Avalie se é melhor usar moeda local? ou cartão de crédito internacional;
  • Pesquise os documentos necessários (vistos, passaporte, carteira de motorista internacional etc.) e tenha uma doleira para guardá-los;
  • Escolha uma mochila adequada para sua viagem e leve apenas o essencial, sem esquecer os itens de higiene pessoal.

5. Siga o roteiro planejado

Por fim, a última etapa na hora de planejar uma viagem de mochilão é seguir o roteiro planejado. Como dissemos anteriormente, pode ocorrer de você querer ter uma certa liberdade para alterar algumas coisas, mas tenha consciência de que é preciso ter a “espinha dorsal” da sua viagem traçada.

Isso evita gastos desnecessários e possibilita curtir mais a viagem, aprender e absorver o melhor da cultura local. Dessa forma, você só preocupará em registrar, na memória ou por meio de fotos incríveis, suas experiências.

Seguindo nossos passos para planejar uma viagem de mochilão, é só se preparar e arrumar a mochila. Se seu roteiro incluir muitas trilhas (esperamos que sim!), lembre-se dos princípios básicos de mínimo impacto e boa viagem!

Essa página foi últil para você?

(nenhuma avaliação)

Compartilhe

Deixe seu comentário

XFECHAR
Top
Trilhando Montanhas
Tem dúvida?