Saiba como combater o sedentarismo fazendo trilhas

Com qual frequência você faz atividades físicas? Seus exames estão dentro dos padrões aceitáveis para sua idade? A resposta a essas perguntas é fundamental para saber como anda sua saúde. Se você pretende viver bem e muito, precisa combater o sedentarismo, que é um dos grandes problemas da sociedade atual.

Uma das formas prazerosas de combatê-lo é fazendo trilhas! Quer saber mais sobre o assunto? Acompanhe nosso post!

O sedentarismo no Brasil

Sedentarismo é a falta ou a diminuição de atividades físicas ou esportivas regulares. Uma pessoa sedentária é aquela que não possui um gasto calórico mínimo semanal decorrente dessas atividades.

Os dados do levantamento do Ministério da Saúde, realizado por telefone em 2016 (Vigitel), apontam que 62% das pessoas entrevistadas não praticam esportes ou outras atividades físicas, sendo o índice maior entre os jovens de 18 a 24 anos. O resultado disso foi demonstrado pela própria pesquisa. 18,9% da população brasileira é obesa, e 53,8% dos entrevistados estão acima do peso. No período de de 2006 a 2016, o diagnóstico de doenças como diabetes e hipertensão aumentou.

Essas informações se mostram muito coerentes com a pesquisa realizada pela ONU em 2015, que identificou que quase 300 mil brasileiros morreram por doenças relacionadas à inatividade física. O sedentarismo mata 5,3 milhões de pessoas por ano ao redor do mundo e é causa de uma série de doenças relacionadas à inatividade.

Fazer trilhas como combate ao sedentarismo

Dia 10 de março é comemorado o Dia Mundial de Combate ao Sedentarismo, data criada pelo Organização Mundial de Saúde (OMS) para refletir sobre a importância de a população adotar práticas saudáveis, especialmente atividades físicas e alimentação equilibrada.

Ficou assustado com os dados que apresentamos? É preciso, sim, ficar atento e cuidar da saúde com a prática de exercícios. Fazer trilhas é uma ótima ideia, e não é tão difícil quanto parece.

Para iniciar nas trilhas, é preciso, em primeiro lugar, respeitar seus limites físicos e psicológicos. Existem trilhas de diversos níveis de dificuldade, que podem trazer condições adversas para qualquer pessoa, mas especialmente para os iniciantes. É preciso fazer uma autocrítica e começar aos poucos.

Placas de sinalização, primeiros socorros, roupas adequadas, alimentação, hidratação, proteção solar, previsão do tempo são alguns pontos para tomar cuidado. Existem dicas ótimas para iniciantes e, se você segui-las, pode começar a fazer trilhas para combater seu sedentarismo.

Vantagens da trilha

A atividade, além de ser um ótimo exercício físico que trabalha todo o corpo do praticante, possui vantagens em relação a outros esportes, como:

  1. Contribui para o praticante fazer novas amizades, de todas as classes sociais;
  2. Ajuda a conhecer e respeitar melhor os animais e a vegetação;
  3. Trabalha a conscientização em relação ao meio ambiente e ensina os princípios de mínimo impacto em trilhas;
  4. Possibilita o praticante a perceber novas formas de viajar;
  5. Trabalha o autoconhecimento por estar em contato com a natureza primitiva;
  6. Aproveita-se, além da trilha, uma bela vista, uma praia secreta ou uma cachoeira;
  7. Desperta o desejo de superação e de querer explorar novas trilhas e montanhas.

Trilha e boa alimentação

Combater o sedentarismo fazendo trilhas é uma delícia devido a todas essas vantagens que o praticante pode usufruir. Mas é preciso ir além e destacar a importância de uma boa alimentação aliada ao esporte.

Lembra-se do dado do Ministério da Saúde que diz que mais da metade da população está acima do peso? Pois é. Isso é um indicativo que ela também não cuida da alimentação. De nada adianta você se tornar um exímio praticante de trilhas se não prestar atenção ao que come.

É preciso ter uma dieta equilibrada em carboidratos, proteínas e gorduras. Sim. Gorduras também! Elas são essenciais para nosso corpo. Há alimentos, por exemplo, que dão energia com mais rapidez, enquanto outros são de liberação lenta. O acompanhamento nutricional pode contribuir muito para os objetivos de quem deseja combater o sedentarismo fazendo trilhas.

O sedentarismo é causa de muitas doenças, inclusive da morte, mas há formas deliciosas de combatê-lo, como fazendo trilhas. Além da atividade física, é preciso ter consciência a respeito de pequenos hábitos, como evitar passar o dia inteiro sentado, beber bastante água e manter uma alimentação saudável.

Antes de praticar qualquer exercício, é fundamental consultar seu médico para avaliar suas condições de saúde. Se estiver tudo bem, é só escolher um tênis ou uma bota, um saco de dormir, uma barraca e se preparar para novas aventuras!

Que tal começar por alguma trilha no Rio de Janeiro? Mas se você não mora no Rio, não se preocupe, temos vários outros destinos para indicar, confira aqui.

Essa página foi últil para você?

(nenhuma avaliação)

Compartilhe

Deixe seu comentário

XFECHAR
Top
Trilhando Montanhas
Tem dúvida?